Como está a qualidade da sua redação corporativa?

No post de hoje vamos aprender um pouco mais com Vivian Rio Stella, uma das fundadoras da VRS Cursos, Palestras e Coaching. Vivian vai nos contar quais são os 3 mitos da redação corporativa. Confira e veja onde você pode estar o seu erro na hora de escrever aquele post, e-mail marketing, newsletter ou os comunicados da empresa.

 

Não garante, até porque há e-mails sem erros gramaticais (concordância, pontuação), mas pouco claros e sem eficácia. Por isso, é fundamental entender o que se espera, por exemplo em um e-mail, deixar claro o objetivo da mensagem, estipular ações e prazos e envolver as pessoas adequadas. Claro que erros gramaticais podem impactar negativamente a imagem de quem escreve, mas essa é uma das camadas do texto, as camadas textuais e estratégicas são muito mais densas e comprometem significativamente a eficácia da comunicação.

 

Há quem ache que é preciso estudar muito ou ser especialista para redigir um bom texto. Claro que esse seria o ponto de partida: ter informações, dados, argumentos para redigir. Mas só isso não basta. Entender como se estabelece a coesão, a coerência, a concisão e a clareza são habilidades que devem ser desenvolvidas e aplicadas no ato de redigir.

 

É comum as pessoas acharem que quem escreve bem faz isso de primeira, sem reformulações e revisões. Ao contrário, produzir um texto é um processo, que envolve etapas, reescritas de trechos inteiros, até mesmo a exclusão de várias palavras porque o objetivo e o leitor não serão atingidos com eficácia se elas fossem mantidas. Além disso, a pressa ou o grau de atenção e dedicação para escrever impactam na qualidade do texto, por isso não se pode achar que escrever bem é escrever de primeira.

 

Comunicar-se bem é imprescindível para o sucesso empresarial, transmitir mensagens de modo adequado é importantíssimo. Esteja atento na hora de redigir suas redações.

Mantenha contato
11 2382-9631 Rua João Gonçalves, 484 Centro Guarulhos / SP
Idiomas