Não é impossível alcançar o trabalhador sem mesa!

A expressão pode não ser familiar, mas trata-se de um contexto bem comum no mercado de trabalho pelo mundo. Eles são os Deskless worker (trabalhadores sem mesa) e representam 80% da força de trabalho global, segundo pesquisa da Emergence realizada em 2018. [Leia aqui no blog Trabalhadores sem mesa: quem são eles?] Apesar de maioria na geração de resultado para o core business da organização, são ainda a parte menos envolvida nos investimentos, inclusive da Comunicação.

Em geral, são os últimos a saberem de alguma informação importante e, por isso, acabam nem  participando tanto.  Os avisos chegam primeiro para quem tem acesso a um computador.

 

De quem é a culpa?

Quanto mais distante o colaborador estiver dos canais que levam a informação, maior o ruído e ausência dela. Isso pode ser percebido em pesquisa realizada pela DecisionWise sobre engajamento no ambiente corporativo. Nos dados levantados, 90% dos executivos estavam contentes com a quantidade de informação recebida – também porque, na maioria das vezes, eles são a própria fonte, 78% de gerentes e coordenadores se mostraram satisfeitos, mas para o público da base (68%) não era o bastante.

É indispensável observar os diversos ambientes da organização no momento de planejar suas ações de comunicação. As dimensões estruturais e tecnológicas costumam somar barreiras em setores como indústria, transporte, construção civil e outros que dispõem de colaboradores em áreas externas ou afastadas – para agravar, com pouco ou nenhum acesso a um e-mail, por exemplo.

Cenário identificado, antes de tudo é necessário ouvir esses colaboradores. Qual a dificuldade que eles encontram para receber as informações? A partir daí, você conseguirá construir um plano que faça mais sentido à realidade da organização abarcando a todos os públicos.

Para cada caso há um universo de medidas que você poderá desenhar, mas queremos destacar aqui duas delas com chance de serem efetivas logo de cara.

 

Na palma da mão

Criamos o Worksphere, um aplicativo pensado para alcançar todos os seus colaboradores sejam externos, filiais, franquias. Imagine que você não terá mais a barreira tecnológica que impedia a informação de chegar no mesmo instante ao seu público esteja onde estiver, o alcance é 100%.

A plataforma permite o envio de notícias, vídeos e fotos, acesso a banco de horas e meta de vendas, além de mensuração de resultados.

Está disponível para smartphone (Android/iOS), tablet e computador. Saiba mais aqui.

 

Quem tá falando?

Ter as informações disponibilizadas não garante que serão acessadas. Elas precisam ser reforçadas, lembradas, principalmente dependendo do seu grau de importância. Neste momento, entra um importante agente parceiro da Comunicação, o líder.

O consultor de comunicação interna e autor de diversos livros sobre o tema, Thomas J. Larkin, afirma que as “Pessoas se lembram 9 vezes mais daquilo que é dito pelo chefe do que aquilo que é dito por meio dos veículos impressos.”

Entendeu por que quem dá a informação pesa na credibilidade e até na compreensão do assunto. O líder é a representação mais próxima da organização que os trabalhadores sem mesa possuem. Por isso, invista na preparação desse líder para desenvolver o seu potencial como comunicador. Como seu aliado (da Comunicação Interna), ajude-o no entendimento da responsabilidade para uma gestão de pessoas estrategicamente mais eficiente para a organização.

Redação: Paula Alves

 

Mantenha contato
11 2382-9631 Rua João Gonçalves, 484 Centro Guarulhos / SP
Idiomas