Como melhorar o desempenho do RH da sua empresa?

“A cultura come a estratégia no café da manhã” – Peter Drucker

 

A cultura organizacional deve ser gerida sistematicamente como outros subsistemas de RH e ser tratado como algo estratégico e com visão de plano, ou seja, acompanhado, gerenciado e medido conforme os planos são atualizados anualmente.

 

Um dos maiores erros dos profissionais de Recursos Humanos, é ficarem passivos ou “presos”, a uma atuação antiga. Os CEO´s precisam de um RH que provoque, que pense, que conecte as pessoas ao negócio, que entenda de pessoas e harmonize os vários interesses, exercitando o pensamento sistêmico. “Já vi áreas de Recursos Humanos, onde os profissionais ficam tão envolvidos com os níveis mais altos da hierarquia para fazer política ou ser aceito – ganhar a confiança- que esquecem de se envolver com a galera, com o chão de fábrica, ou seja, se envolver e se aproximar de todos os níveis hierárquicos da empresa para propor as melhores ações e soluções”, conta Carla Weisz, Consultora de RH.

 

Segundo a profissional, esse setor precisa ter uma atuação estratégica para conseguir auxiliar na aproximação entre empresa e colaborador e criar um clima agradável. Isto significa atuar de forma propositiva e não reativa, ficar antenado com tendências e evoluções da sociedade e não se fechar em seu próprio conhecimento ou pior, em crenças de um mundo que já não existe mais.

 

E a melhor forma de fazer isto é ouvindo as pessoas, seja com canais de sugestões, pesquisas ou circulando pela empresa e conversando com os colaboradores. “Gosto de dizer que o feito é melhor que perfeito, então, mesmo que não tenha a ferramenta ideal, faça, ou neste caso, escute e faça, como uma área que ouve, pensa no futuro, conecta com a estratégia e objetivos de negócios e entrega o melhor para ambas as partes. Ambiente agradável para todos só é possível quando o RH escuta os stakeholders e trabalha para harmonizar interesses variados”, declara a profissional.

 

Outro ponto importante é o trabalho conjunto do RH e o setor de comunicação, quando bem sucedido faz um grande diferencial. O RH pode ajudar sendo gerador de assunto para que a comunicação tenha informações relevantes para entregar ao colaborador. A comunicação precisa ser ágil e transparente, especialmente em assuntos polêmicos e de grande interesse dos colaboradores como uma mudança organizacional.

 

“Ao adotar uma comunicação transparente, você evita desmotivação, aumenta a produtividade da equipe e consegue defensores para seu negócio, pois os colaboradores informados contribuem muito mais para o sucesso da empresa”, esclarece.

O RH pode inclusive, ser responsável pela área de comunicação interna e quando não for, é fundamental ter uma parceria estreita com esta área.

Uma forma do colaborador também ajudar é comunicando seus interesses, dúvidas e necessidade para que a equipe responsável pela comunicação possa preparar assuntos de interesse da equipe.

Deixe seu comentário e conte para nós: o RH da sua empresa e a Comunicação Interna funcionam juntos?

Conheça três dicas para melhorar o RH da sua empresa:

http://b2midia.com.br/new/vdicas-para-melhorar-o-rh-da-sua-empresa/

Carla Weisz é reconhecida por sua capacidade e inspirar pessoas, por seu dinamismo, determinação, por suas ideias e seus grande coração sempre disposto a apoiar as pessoas. Adora aprender e compartilhar o que sabe.

Desenvolveu carreira executiva nos bancos ABN Real, Santander, na Bunge e Metrô de São Paulo, sendo líder de áreas de marketing estratégico e recursos humanos, com mais de 20 anos de experiência o que lhe confere um grande diferencial pois conhece a teoria aplicada na prática.

Clique aqui para mais informações