Desafio na hora de implantar a Comunicação Interna

Desafio na hora de implantar a Comunicação Interna

Para a especialista em marketing e apaixonada por administração Telma Brito, o maior desafio de implantar a Comunicação Interna nas empresas é a relação de confiança entre empregado e empregador.

Outro problema enfrentado por vários profissionais da comunicação é fazer com que a equipe de gestores se interesse pelas ações. “Quando iniciamos nosso trabalho em uma organização, o primeiro passo não é comunicar o público interno no geral, mas sim convencer o público de gestores sobre a importância da CI, “contou. Segundo Telma se os líderes não virem sentido na comunicação interna ela dificilmente será eficaz.  A dica de Viviane Mansi, Gerente Global de Branding e Comunicação Interna na Votorantim  é: “Antes de comunicar o público geral de alguma ação, comunique primeiro seu gestor”. Dessa maneira ele se sentirá por dentro e não será pego de surpresa.

A alto gestão compreender o sentido da comunicação interna, talvez ainda seja o maior desafio dessa área, até mesmo maior que a pouca verba destinada as ações – outro ponto destacado pelos profissionais em que muitas vezes ou quase sempre fazem muito com pouco.

Para Telma, as organizações estão cada vez menos produtoras de conteúdo, e que é preciso trabalhar em conjunto, com menos controle de informação, ampliando a fluência de conversas significativas que de fato faça sentido aos colaboradores e potencialize a comunicação interna. Uma vez, essa comunicação feita de maneira clara, objetiva e sem ruídos consegue influenciar no comportamento dos colaboradores deixando-os seguros e motivados.

Para reforçar essa ideia uma pesquisa da Aberje mostra que há uma tendência de mercado em que os comunicadores com sua expertise, trabalhem na coordenação da Comunicação Interna, contando com apoio de profissionais de outras áreas. Ainda de acordo com a pesquisa, a Comunicação Interna necessita do forte envolvimento de uma rede de colaboradores comprometidos com o fluxo de informações de interesse do público interno. Por outro lado, os profissionais com formação em comunicação, em especial aqueles que ocupam cargos de gestão, começam a investir em novos conhecimentos, como matemática, finanças e estatística, essenciais para dominar a linguagem do mundo executivo, baseada em números e quantificação, capacitando-se, assim, a planejar, entregar e avaliar resultados tangíveis e intangíveis, já que 34% desses profissionais são jornalistas.

Mas nem tudo é tão ruim, existem maneiras de conquistar esse público. Uma dica é criar um diálogo aberto, é imprescindível manter os colaboradores informados sobre tudo o que acontece na empresa, incluindo o progresso e os planos futuros. Estimule perguntas e comentários. Outra sugestão é incentivar o compartilhamento de informações, os funcionários estão propensos a ler novidades e tendências da indústria regularmente, por isso ofereça-lhes um lugar para compartilhar essa informação. Além de trazer confiança, a divulgação de informações pode ser útil para o negócio.

Entrevistada

Telma Brito – Especialista em marketing e administração de empresa, professora do curso de Administração do Senac.