Como valorizar os colaboradores que não tiveram home office?

Seus colaboradores não tiveram opção de Home Office? Saiba como a CI pode ajudar a empresa a valorizá-los.

 

Se a sua empresa é de algum setor que presta serviços essenciais à sociedade como saúde, segurança, abastecimento, alimentação e transporte certamente não pôde dispensar todos os seus colaboradores para o conforto e segurança do trabalho em casa durante a pandemia.

 

Apenas 43% das empresas adotaram o home office como principal modelo de trabalho, levando cerca de 60% dos colaboradores para o teletrabalho, segundo aponta pesquisa da consultoria Betania Tanure Associados (BTA).

 

Quanto ao efetivo que continua indo todos os dias às fábricas, hospitais, farmácias, supermercados, ou qualquer outro tipo de negócio é preciso acolher e apoiá-lo garantindo não só os novos cuidados com as medidas de higiene e segurança necessárias, novos formatos no espaço de trabalho privilegiando o distanciamento, mas também um diálogo transparente e permanente e uma comunicação que, além de informar, consiga atrair e engajar.

 

“Realizamos integrações constantes com o time desde o início da pandemia, briefings presenciais com o time operacional e mantivemos nossos murais e TVs sempre atualizados, a fim de garantir uma comunicação única e efetiva.” Contou a Flávia Ferreira, Coordenadora de Recursos Humanos na GEODIS, empresa líder mundial em transporte e logística.

Para quem ficou no escritório

Com os times trabalhando presencialmente, os murais digitais continuaram sendo ferramentas essenciais na hora de se comunicar. Além de contribuir para o reforço das medidas de segurança, o canal também é uma forma muito eficiente de engajar esses colaboradores, através de ações de reconhecimento.

 

“Nomeamos todo o time como ‘Top Performance’ do mês de março, ação que premiou a todos com bottons escritos “Somos Todos Heróis”, fazendo alusão ao nosso slogan ‘Heróis da Logística’. Pois eles permaneceram trabalhando presencialmente durante todo o tempo, sempre com muita garra e determinação.” completou Flávia.

 

Confira abaixo como explorar sua comunicação, fazendo com que ela trabalhe a favor da empresa e dos colaboradores, influenciando, inclusive, na produtividade.

 

Estabeleça espaço para o diálogo

Não é bom manter o silêncio durante a crise, especialmente quando há risco de demissões ou elas já estejam acontecendo. É prioritário informar, porém é muito mais efetivo abrir um espaço de diálogo com os seus colaboradores dando a eles o direito de questionar e ser esclarecido. Jamais deixe alguém sem resposta mesmo que não tenha uma já definida. Isso será positivo para construir um sentimento de sentir-se respeitado e pertencente a um momento particularmente crítico e importante não só para a empresa, mas para todos. Valorize-os.

 

 

Acerte na comunicação

Veja abaixo uma pesquisa sobre o uso da TV Corporativa no ano de 2020

A escolha não é à toa, o mesmo levantamento identificou os principais pontos de uma empresa onde há maior circulação de pessoas e são locais onde o mural digital consegue chamar a atenção mais do que qualquer outro canal, com informação visualmente mais dinâmica e agilidade de atualização. Se você está curioso para saber onde pode ser mais bem sucedido na escolha do ponto em que colocará o seu mural digital, é mais importante entender qual é o comportamento do seus colaboradores, mas a pesquisa aponta os principais: refeitórios, áreas de convivência, recepção e até o corredores são os locais mais estratégicos.

Já conhece a solução de TV Corporativa da B2 Mídia? Temos vários diferenciais e alguns você confere aqui. Se tiver interesse em experimentar nossa ferramenta gratuitamente, por um período, faça um cadastro rápido aqui ou nos envie uma mensagem no formulário disponível no rodapé do site!

Uma comunicação inteligente consegue oferecer maior vantagem competitiva tanto para o negócio, para atrair novos talentos do mercado pela reputação de ser um bom lugar para se trabalhar, como mantendo-se útil e interessante para os próprios colaboradores. No fim, a comunicação é estratégica para auxiliar e apoiar as diferentes áreas do negócio a atingir o seu objetivo. Escolha bem seus recursos.