Gestão centralizada e descentralizada: Entenda

Conheça as vantagens e desvantagens de cada tipo de gestão.

Sem dúvidas, a área de RH foi um dos departamentos que mais passou por transformações nos últimos tempos, nossa forma de gerenciar pessoas atualmente, é totalmente diferente do que há alguns anos. Todas essas mudanças tiveram objetivos claros: desburocratizar, humanizar e otimizar o tempo dos profissionais de recursos humanos e dos colaboradores, claro. Sendo assim, hoje temos dois tipos de gestão no mundo corporativo, a centralizada e a descentralizada, cada uma com sua particularidade de gerenciamento de colaboradores e suas necessidades.

Por exemplo, algumas tarefas, por mais simples que sejam, são sempre atreladas a área de RH. Isso faz parte de uma gestão centralizada, onde boa parte da responsabilidade, como fechamento de banco de horas, emissão de holerite, ou controle de férias, é exclusiva dos gestores e analistas de recursos humanos. Já a gestão descentralizada, é basicamente oposto disso.

 

Vamos entender melhor?

 

Gestão centralizada: Imagine que em uma empresa de pequeno porte a área de RH tem contato direto com praticamente todos os colaboradores, conhece e acompanha diariamente suas urgências e questões no ambiente de trabalho e por isso consegue resolver facilmente a maior parte delas. Em uma organização como essa, a gestão centralizada pode funcionar, pois a empresa possui um número pequeno de funcionários e consequentemente as tarefas são possivelmente gerenciáveis.

 

Vantagens da centralização:

• Maior controle;
• Uniformidade nos procedimentos e decisões;
• Boa comunicação vertical;
• Facilidade no controle e avaliação;
• Evita desperdícios e duplicação de tarefas.

 

Desvantagens da centralização:

• Decisões tomadas longe da área do problema;
• Demora na tomada de decisões;
• Alta dependência do departamento de RH ou outros;
• Ineficiência no uso dos recursos.

 

 

Gestão descentralizada: Aqui temos um cenário completamente diferente, na gestão descentralizada é defendido que a responsabilidade de gerenciar os colaboradores não é apenas da área de recursos humanos, mas também dos líderes e até dos próprios funcionários, que possuem autonomia para solucionar pequenos problemas. Esse tipo de gestão é a mais indicada no mercado atual, principalmente para empresas de médio a grande porte, onde o elevado número de colaboradores, pode acabar fazendo com que as atividades do RH fujam do controle e se tornem desorganizadas e demoradas. Além disso, por estarem mais próximos uns dos outros, os líderes tem um papel fundamental, compreender melhor a necessidade de cada um e evitar a burocratização de pequenas tarefas.

 

Vantagens da descentralização:

• Autonomia para os líderes;
• Agilidade na tomada de decisão;
• Criatividade na solução do problema;
• Menor dependência de outras áreas;
• Utilização e otimização dos recursos;
• Motivação e retenção de talentos;
• Utilização de conhecimentos e experiências diferentes;

 

Desvantagens da descentralização:

• Falta de uniformidade nas decisões;
• Dificuldade de controle;
• Tendência ao desperdício e à duplicação;
Comunicação menos eficiente;
• Problemas com avaliação e responsabilização;

 

 

E agora? Qual escolher?
Gestão descentralizada ou centralizada?

 

Os profissionais de RH além de administrar todas as necessidades dos colaboradores, sejam elas triviais ou extremamente importantes, também possuem a função de planejar estrategicamente ações e processos que visam melhorar a satisfação e a produtividade desses funcionários. Tendo isso em mente, podemos ver que a gestão descentralizada é a melhor solução. Essa divisão de tarefas, se bem gerenciada, é muito eficiente no dia a dia e dá a área de recursos humanos, mais tempo para se dedicar a outras atividades.

Outro ponto importante que afeta diretamente no sucesso da gestão descentralizada, é a comunicação interna. Para ter esse tipo de gerenciamento na sua empresa é necessário contar com canais e estratégias de comunicação eficientes, que diminuam as chances da gestão se tornar uma confusão. Ao longo do texto, focamos na divisão de tarefas entre a área de RH e a liderança, mas a gestão descentralizada é caracterizada também pelo compartilhamento das tomadas de decisão, é por isso que uma comunicação organizada é essencial. Os APPs Corporativos são uma das melhores escolhas nesse caso, neles, por exemplo, é possível integrar os sistemas de banco de horas, holerite e férias da empresa, assim, essas informações ficam disponíveis e com livre acesso para todos, através do smartphone, uma ferramenta de rápida consulta.

Apesar da gestão descentralizada ter se mostrado muito benéfica para as empresas, é preciso analisar se ela é a melhor opção para o seu negócio. E agora que você já sabe as vantagens e desvantagens de ambas gestões, chegou a hora de conversar com cada área e entender as possíveis melhorias.